Esqueceu sua Senha?

Coloque seu email abaixo e enviaremos um
link para você criar uma nova senha.

Esqueceu sua Senha?

Coloque seu email abaixo e enviaremos um
link para você criar uma nova senha.

Cadastre-se

10 mulheres falam sobre o dinheiro dos pais

Por i vie

Há uma entendimento muito difundido atualmente de que uma pessoa precisa se sustentar sozinha a partir do momento em que sai da casa dos pais.

Mas, na realidade, pode haver muitas ocasiões em que, por má vontade ou até com entusiasmo, você vai aceitar dinheiro dos seus pais. Mas nem todos concordam sobre o momento desta tênue linha entre o que é aceitável e o que não é.

Para abrir a conversa, aqui estão depoimentos de 10 leitoras do DailyWorth que falam abertamente sobre se e por que tirar dinheiro de seus pais.

1. Claro que sim, eu ganho dinheiro deles. Sou casado com um artista e crio duas crianças em Nova York. Eu não seria capaz de sustentá-los sem sua ajuda financeira. Eu não sinto nenhuma culpa - sou apenas uma criança.

(Jessica, 35)

2. Meu pai ainda paga o seguro do meu carro. É um débito direto na conta, então ele nem deve perceber. E eu nunca vou lembrá-lo. É menos do que cem dólares por mês, mas eu considero como minha única herança.

(Allison, 47)

3. Eu certamente aceitaria dinheiro se alguém oferecesse. Mas talvez não da minha mãe, porque é bom não precisar dela para nada nem ceder à sua insanidade.

(Danielle, 37)

4. Quando me formei na faculdade, recusei dinheiro dos meus pais. O dinheiro vem com amarras e eu não queria que minha primeira fase de independência viesse com ressalvas sobre onde eu deveria viver ou quem poderiam ser meus companheiros de quarto. Mas, como eu estou ficando mais velha, percebi não só minhas próprias limitações financeiras, mas também que a generosidade não precisa ser sentida como um laço. Nós aceitamos dinheiro de ambos os pais para o nosso casamento. Tivemos sorte e somos gratos.

(Karell, 33)

5. Meus pais ajudam mais do que eu gostaria e quando o fazem é para melhoras importantes em casa que eles sabem que eu levaria um longo tempo para fazer - se tivéssemos que juntar, levaríamos anos. Meus pais parecem gostar de nos ver usar o dinheiro para estas coisas e sempre mencionam o quanto os pais da minha mãe os ajudaram na minha idade.

(Karith, 33)

6. Meu pai me dá sempre no limite legal do que pode ser doado antes que seja cobrado o imposto. O pensamento é que não há nenhum imposto de propriedade sobre esse dinheiro - é um avanço na minha herança.

(Rina, 48)

7. Os meus pais pagaram a maioria das coisas do meu casamento no ano passado, então eu tento não pedir mais dinheiro. Dito isto, se eles oferecem mais, vou pegar sim, direto de suas mãos.

(Sam, 28)

8. Nunca. Não necessito ou quero dinheiro da minha família, isso é essencial para o meu senso de liberdade. Eu nunca iria querer ficar em débito com meu pai, que iria castrar-me a cada centavo dado.

(Jena, 36)

9. Meus pais não estão nessa. Eles ajudam minha irmã, que precisa mais do que nós. Eles nunca nos deram dinheiro e nós nunca pedimos. Mas eu desejo que eles ofereçam contribuir para a educação do nosso filho. Se quiserem pagar uma escola privada ou iniciar um fundo de faculdade, eu aceitaria com prazer. Mas eles nunca ofereceram isso.

(Diana, 42)

10. Quando me formei na faculdade, lutava para encontrar um emprego. Minha mãe me ajudou com mantimentos e algumas contas de luz. Ela não muito dinheiro mas compreendeu a razão pela qual eu estava nessa situação: para melhorar o meu futuro, investindo na minha educação.

(Jenna, 34)

 

 

Quer ter uma vida planejada e mais tempo para você?

Veja como!

http://www.ivie.com.br/meubudget



Leia mais:


Quantos dias por semana você precisa fazer exercícios?
FINANçAS : 4 sinais que é hora de demitir seu conselheiro financeiro
INVESTIMENTOS : As mulheres podem sim ter um papel mais ativo na tomada de decisão dos investimentos



Conheça a nossa
ferramenta de controle
financeiro que irá te
auxiliar a ter uma vida
mais planejada.

Veja Agora